EN/ PT

Marco Oliveira

  Marco Oliveira (Lisboa, 24 de janeiro 1988) é um dos mais representativos fadistas da sua geração, movendo-se entre o Fado e outros universos da música popular urbana, numa rara versatilidade: além de intérprete, é poeta, compositor e instrumentista. Com dois discos publicados, “Retrato” (2008) e “Amor é Água que Corre” (2016), o cantautor prepara-se para editar em 2019, o seu novo trabalho. Estudou guitarra clássica no Conservatório Nacional e frequentou a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. “Retrato”, o seu primeiro álbum, foi editado em 2008, quando tinha apenas 20 anos de idade. Nesse mesmo ano, recebeu o prémio Francisco Carvalhinho, atribuído pela Casa da Imprensa. Apresentou-se no Ibero-American Guitar Festival, em Washington e no Museu da Música de Praga, concertos em parceria com o guitarrista Ricardo Parreira. Em 2011 atuou na Brooklyn Academy of Music, em Nova Iorque como artista convidado, no projeto Lisboa Soul. 2016 marca o lançamento do seu segundo álbum, “Amor é água que corre” com poemas e composições originais, e nesse mesmo ano apresenta-se a solo no Centro Cultural de Belém. Participa igualmente em importantes festivais de música nacionais (EDP Fado Café, Nos Alive e Caixa Alfama) e internacionais: Guitar Art Festival (Belgrado), e Siesta Festival (Polónia). 2017 foi um ano agitado, com visitas à Letónia, numa ida ao Riga Jazz Stage, concertos na Polónia e ainda com duas atuações no Festival de L’Imaginaire, em Paris. Em Junho, aliou-se às Festas de Lisboa com a Trezena a Santo António na Igreja de Santo António. Marco Oliveira festejou a passagem de ano de 2017 para 2018 com um concerto em casa da superestrela Madonna, em Nova Iorque e, juntamente com a fadista Celeste Rodrigues, o jovem fadista juntou-se à exclusiva festa acompanhado pelos Bela Quarteto. Esteve também na festa de aniversário de Giancarlo Giammetti, onde atuou para uma série de convidados VIP, entre eles Madonna, Valentino, Herman José e tantos outros. O concerto de Marco Oliveira em Londres, dia 23 de Fevereiro de 2018 na Songlines Fado Series, revelou-se um êxito. A seu lado, esteve a atriz Ana Sofia Paiva que, em jeito de introdução, recitou em inglês uma lenda sobre a cidade de Lisboa e cantou à capela algumas melodias do cancioneiro tradicional português. Marco contou um pouco da história do Fado, interpretando com Ana Sofia algumas modinhas brasileiras do Século XVIII, passando de seguida aos fados tradicionais e a alguns temas de sua autoria, acompanhado por Ricardo Parreira na guitarra portuguesa e Laurence Wilkins, músico inglês, no trompete e o próprio Marco na viola. O público aplaudiu-o de forma calorosa e com uma enorme ovação de pé no final do concerto. Dia 13 de março, Marco Oliveira apresentou no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa, o concerto íntimo A Alma Encantadora das Ruas, revisitando os seus álbuns “Retrato” e “Amor é água que corre”, e levantou o véu sobre o que será o seu próximo trabalho, a ser editado brevemente. Em palco, esteve acompanhado por Ricardo Parreira na guitarra portuguesa, Carlos Barretto no contrabaixo e Diogo Duque nos sopros, a cargo de Ana Sofia Paiva esteve a leitura de poemas. Uma bonita viagem pelas ruas de Lisboa, em pleno coração da cidade. No dia 17 de Abril, apresentou um showcase na AME – Atlantic Music Expo, um dos maiores eventos de música do mundo em Cabo Verde, num encontro cultural de artistas e produtores do mundo inteiro. Acompanhado por Ricardo Parreira na guitarra portuguesa e Quiné na percussão tradicional, Oliveira apresentou um showcase centrado na cultura portuguesa, entre a música popular, o fado e ainda um tributo ao cantor cabo-verdiano Ildo Lobo, num dos momentos mais emocionantes do espectáculo. Em Maio, Marco Oliveira actua com Os Músicos do Tejo em Madrid na Fundação Juan March e começa a preparar a produção do seu novo disco. No dia 5 de Outubro, o cantautor leva “A Alma Encantadora das Ruas” ao Auditório Eunice Muñoz, em Oeiras, no âmbito do ciclo Vozes do Fado. Marco Oliveira volta a marcar presença em Outubro no Festival de l’Imaginaire em Paris e preparou uma digressão nos Estados Unidos, com concertos em Cranston (Park), Peabody (Peabody City Hall), Washington DC (J. F. Kennedy Center for the Performing Arts) e em Nova Iorque (Elebash City Hall), onde esgotou!! No final de Dezembro, o músico actuou na Dinamarca, num concerto a solo na capela KoncertKirken, em Copenhaga. No dia 23 de Fevereiro, Marco Oliveira apresentou juntamente com a atriz Ana Sofia Paiva o espectáculo “Utopia – Poemas e Canções de José Afonso”, um recital baseado nas obras do autor, que esgotou o Centro Cultural Malaposta!!! A 11 de Maio, o artista foi até Chartres, França, para um concerto memorável no Centre Européen de Rencontres Franz Stock!! A 28 de Setembro, Marco actuou no festival Santa Casa Alfama!! O músico já se encontra a preparar o seu novo disco, produzido por José Mário Branco, que será lançado em 2020!!




Top

Ver Videos



Top

Imprensa

“O Fado Tradicional e as Canções de Marco Oliveira, abriram com chave de ouro os showcases do Atlantic Music Expo, com o músico português a prestigiar igualmente em palco, Ildo Lobo, enquanto um dos artistas cabo-Verdianos que mais o tem marcado.”

Noticia online da Radiotelevisão Caboverdiana



Top

Links

https://www.facebook.com/MarcoOliveiraOficial/?fref=ts

Home

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Trackback from your site.

 

    NÃO PERCA AS ÚLTIMAS NOVIDADES!
    SIGA-NOS ON-LINE.

    Twitter response: "Bad Authentication data."

    Subscreva a nossa Newsletter